Dedo em Martelo

Já ouviu falar de Dedo em Martelo?

Dedo em Martelo é uma deformidade em flexão da ponta do dedo causada por um trauma (ou mais raramente espontânea) que culmina com ruptura ou corte do tendão extensor terminal. Também pode ser provocado por uma fratura avulsão do tendão.Dedo em Martelo

 

Sintomas de Dedo em Martelo

Dor e deformidade (ponta do dedo dobrada com perda da capacidade de esticar completamente) após trauma na ponta do dedo com o dedo esticado (bolada, batida na porta). Pode ocorrer espontaneamente em pessoas com doenças reumatológicas ou com cistos sinoviais nas articulações distais dos dedos.

 

Mecanismos de trauma

Geralmente é causada por um impacto na ponta do dedo com este esticado, ou na ponta do dedo com o dedo dobrado forçando a ponta do dedo para baixo. Pode ser causada por lacerações com objetos cortantes – facas, vidros, latas.

Você tem Dedo em Martelo? Agende seu horário conosco e resolva o seu problema.

Tratamento para Dedo em Martelo

Diagnóstico de Dedo em Martelo

Um exame médico minucioso é suficiente para se detectar a lesão e radiografias são pedidas para se afastar fraturas e luxações.Dedo em Martelo

 

Tratamento para Dedo em Martelo

O tratamento para dedo em martelo pode ser não cirúrgico, no qual o dedo é posicionado em extensão (esticado) com uma tala, que deverá permanecer no local por 6 semanas (24h do dia) e após por mais 6 semanas de uso somente para dormir. É importante que a tala não seja removida antes desse prazo para que não haja prejuízo da cicatrização e re-ruptura do tendão. Compressas geladas podem ser realizadas por 20 a 30 min até 6 vezes ao dia se houver dor ou inchaço. A mão deve ser mantida elevada em uma tipoia quando for andar longas distâncias, acima do nível do coração quando sentado no sofá (apoiado em uma almofada ou no braço do sofá por exemplo) e apoiado sobre um travesseiro quando deitado, para se evitar que piore o edema. Alguns casos podem necessitar de cirurgia, principalmente se a lesão for somente no tendão e em casos que houve demora para se iniciar o tratamento. Após a cirurgia deve-se manter o dedo imobilizado pelo mesmo período de 6 semanas.

 

Reabilitação

Após o tratamento, os pacientes costumam ser encaminhados para reabilitação por fisioterapia. O retorno às atividades depende muito de cada paciente, mas gira em torno de 2 após o início do tratamento.

WhatsApp chat